Todo mundo ACHA QUE SABE Javascript, será?

No ano de 2020 eu decidi que mudaria algumas coisas importantes na minha vida. E nesse vídeo eu quero compartilhar contigo uma simples mudança que está impactando muito na minha forma de pensar, estudar e trabalhar. Em poucos dias eu já percebi que essa mudança de pensamento já está me trazendo ótimos resultados. 

Meu nome é Adriano e nesse vídeo eu quero causar uma mudança na sua forma de estudar e aprender a programar. 

Lembro que um tempo atrás eu resolvi que largaria o jquery de vez e começaria a utilizar reactjs ou vuejs nas minhas aplicações Frontend. Pra quem é iniciante calma aí, logo você vai entender essa sopa de letrinhas. 

Na programação web, para criar páginas que são acessadas no navegador a gente utiliza tecnologias de base que são: HTML, css e Javascript. Eu diria que o HTML é a base de tudo, o CSS da cores e deixa mais agradável os elementos e o Javascript da vida as coisas.

Eu comentei que deixaria de usar o temido jquery, mas o que é jquery? Então, o jquery foi uma biblioteca criada em 2006 com o objetivo de simplificar a forma de como usamos Javascript. E olha, como ajudou. Se você começou a programar por essa época ou um pouco depois sabe do que estou falando. Ele facilitou muito a vida dos desenvolvedores e também daqueles que entraram na programação um pouco depois, como eu, que acabaram nem olhando muito para o Javascript. E aí que está o grande problema. 

Eu me lembro bem das vagas pedindo jquery e não falando do javascript e os desenvolvedores falando que sabiam programar jquery mas não sabiam javascript. Gosto de falar que o javascript é uma linguagem que todo mundo acha que sabe mas na realidade ninguém sabe. 

O jquery até hoje é muito utilizado em grande parte das aplicações, mas a sua adesão vem caindo muito. E aí que entra às duas outras palavrinhas que citei antes o tal do Vuejs e Reactjs e outros que não vou comentar por enquanto. Graças a esses dois camaradas que o jquery vem perdendo força e o seu número de adeptos vem reduzindo muito nos últimos anos. Acredito que ele vai durar muitos anos ainda, a gente sabe que para uma tecnologia tão usada assim não é da noite pro dia que ela vai sumir.

E porque essas novas bibliotecas vem tomando o lugar do jquery? Principalmente pela forma de como fazemos as coisas nelas. No jquery a gente ia na internet copiava o código de alguma biblioteca e colava no código da nossa aplicação . Um dos cases mais famosos do jquery sem dúvidas foi o bootstrap, que assim como o jquery, mudou a forma de fazer o frontend. 

Ele trouxe padronização e códigos prontos, basta copiar e colar e fazer pequenas mudanças. O problema disso tudo é que com o tempo, com o crescimento das aplicações, dar manutenção a um código cheio de importações externas e código colado no meio gera muitos problemas e dificulta o processo de atualização. Neste ponto que entra às atuais bibliotecas. Elas trazem um conceito que pra mim impacta muito na forma de como organizamos nossa aplicação, que é o conceito de componentização. Basicamente isso deixa nosso código muito mais organizado e facilita a reutilização de componentes. Os componentes são cada pedacinho de uma interface, um botão pode ser um componente, um menu etc. Portanto, se eu preciso de um botão na minha aplicação em vários lugares, eu crio ele somente uma vez e faço a chamada de um lugar só. 

Eu comecei falando sobre uma forma nova de olhar as coisas e depois já introduzi essas bibliotecas e dei um resumo de como elas funcionam e quais os problemas que visam resolver. Se você parar para observar vai entender uma coisa, nós desenvolvedores sempre estamos criando soluções para os problemas que nós mesmos geramos. Sim, a gente cria uma tecnologia para resolver um problema e criamos outro problema. Logo surge outra tecnologia para resolver este e criamos novamente outro problema junto. Assim ficamos em um ciclo sem fim. Esse princípio é bom e ruim ao mesmo tempo, é bom porque estamos sempre evoluindo e melhorando a forma de como fazemos as coisa. Mas é ruim porque criamos uma infinidade de tecnologias que fica difícil aprender tudo, principalmente para quem é iniciante.

Então eu também comentei que tinha decidido largar de vez o tal do jquery. Mas quando eu fui de fato estudar reactjs eu me senti extremamente perdido e frustrado por não conseguir aprender aquilo. Aí eu fui atrás do vuejs que me parecia mais fácil. Bom, realmente eu me encontrei mais no vuejs pelo simples fato não ter jsx no meio. No começo até foi bacana, eu consegui resolver alguns problemas que tinha, mas uma coisa nunca saiu da minha cabeça: porque eu não entendo o react?

Aí eu descobri outra palavrinha, o ECMAScript 6. ES6 para os mais íntimos. Por que ele é o motivo de eu não conseguir aprender react? Basicamente porque 99% dos códigos de exemplos e vídeos que a gente vê por aí, usam todas as definições do ES6 e eles não se preocupam muito em dar essa base necessária, sempre levando em consideração que quem tá assistindo já sabe. 

Então o resumo disso tudo é que eu finalmente descobri o porque eu não aprendia o tal do react, principalmente por não saber o javascript direito na sua base e não conhecer as definições do ES6. Então a minha dica é: se tu quer de fato aprender a desenvolver para a web, estuda aquilo que todo mundo precisa de início, a lógica de programação. Mas, se tu quer ser desenvolvedor web, isto não basta. Você precisa aprender como a internet e as aplicações funcionam Como um servidor funciona. O que é HTML, CSS e JS de verdade e seus fundamentos. E também ECMAScript 6 para ficar por dentro das definições do javascript e só depois se aventurar nas novas tecnologias, bibliotecas e frameworks que surgem todos os dias.

Então vem comigo! Neste canal a gente vai junto aprender isso e muito mais;

Um forte abraço e até mais!