Redes de Computadores – Protocolos e Serviços

Protocolos dão formato aos dados e definem regras que devem ser seguidas. Redes não funcionam sem protocolos, que basicamente especificam como um programa/sistema deve preparar os dados para serem enviados. O receptor dos dados também deve conhecer o mesmo protocolo, para conseguir interpretar o que está recebendo.

Provavelmente grande parte das pessoas que utilizam frequentemente a internet atualmente, já deve ter ouvido o termo “IP”. O Internet Protocol é um conjunto de regras que interliga diferentes dispositivos a diferentes protocolos de serviços, e nesse artigo, quero dar uma breve introdução aos principais protocolos e serviços que são utilizados nas redes de computadores.

Ao acessar as configurações de rede um computador, uma das referências que verá é os protocolos TCP e UDP. Apesar de serem distintas entre si, ambos protocolos servem ao propósito de enviar pacotes a um determinado endereço IP, seja pela internet ou rede local.

Os protocolos TCP e UDP possuem cerca de 65 mil portas disponíveis. O protocolo TCP tem maior precisão na transmissão de pacotes e é mais utilizado, TCP tem a confirmação se o pacote foi realmente enviado. UDP não possui tanta precisão na transmissão de pacotes, pois não possui confirmação.

ICMP é um protocolo integrante do protocolo IP, ele é utilizado para fornecer relatórios. Geralmente as mensagens são enviadas/recebidas quando um pacote IP não consegue chegar ao destino que deveria.

DHCP atribuição de endereços dinamicamente

Principais serviços e suas portas padrões

21 FTP – Envio de arquivos entre sistemas, ficou popularmente famoso por ser utilizado juntamente com o FileZilla, para enviar arquivos para um servidor.

22 SSH – Protocolo padrão do linux, com ele é possível acessar remotamente outros dispositivos.

25 SMTP – E-mail, utilizado para envio de e-mails e as portas mais conhecidas são 25, 587 e 465.

53 DNS – Domínio, resolve nomes em endereços de IPs. Quando registramos um domínio no registro.br por exemplo, utilizamos o DNS para apontar para um endereço de IP, que será onde a aplicação estará rodando.

80 HTTP – troca de informações em formato hipertexto, protocolo padrão de acesso a sites na internet.

443 HTTPS – http com camada extra de segurança

445 SMD  – Serviços da microsoft

3306 Mysql – banco de dados, a porta 3306 pode ser utilizada para outros bancos de dados.

 

É importante destacar que as portas acima são as padrões, mas nada impede que o administrador da rede tenha alterado as portas para os serviços, inclusive, é uma alternativa de segurança para dificultar o trabalho de hackers.