O que são Sistemas Colaborativos?

Juntamente com a evolução da tecnologia e dos meios de comunicação e computação, os Sistemas Colaborativos foram se desenvolvendo. Hoje sistemas colaborativos são definidos como sistemas computacionais que possuem a principal funcionalidade que é aproximar pessoas, seja ela através de jogos eletrônicos, redes sociais e demais plataformas de comunicação.

A área de sistemas colaborativos está a muitos anos em atividade, os principais núcleos de interesse estão concentrados em universidades, através de grupos de pesquisadores. A comunidade no Brasil é representada pela Comissão Especial de Sistemas Colaborativos (CESC), criada em 2005 com o objetivo de manter a comunidade ativa.

Segundo os pesquisadores Marcos Borges, da UFRJ e Hugo Fuks, da PUC-Rio, as primeiras pesquisas da área surgiram na década de 1990. Quando a grande rede (internet) estava saindo da rede proprietária e ganhando uma abrangência muito mais ampla e aberta. Muitos anos se passaram desde a sua criação, hoje a comunidade de sistemas colaborativos específica está muito relacionada a outras áreas como IHC, além de estar presente em diversas áreas de computação. Engenharia de Software, Educação e Jogos.

Atualmente com a grande diversidade e correlação da área de SC é muito difícil entrar se aprofundar pensando somente em aspectos computacionais, é necessário relacionar com questões mais humanitárias e mais recentemente com aspectos de interação humano e robôs. Com a futura consolidação de tecnologias como IoT haverá ainda mais necessidade de pessoas de diversas áreas.

Sistemas Colaborativos se diferem de sistemas tradicionais pois não preocupam-se apenas com a interação entre a pessoa e o sistema em si, mas também na comunicação entre outras pessoas que estão utilizando a mesma aplicação.

Atualmente podemos citar diversos casos de sucesso que utilizam a premissa de SC, como por exemplo facebook e whatsapp que são focados na interação e comunicação entre pessoas, além de sistemas como wikipédia denominada como edição cooperativa. Podemos observar que as futuras tecnologias que já estão em desenvolvimento hoje, também estão focando em algum tipo de interação, como por exemplo a realidade virtual que é aplicada em jogos, a realidade aumentada que pode possibilitar a telepresença e compartilhamento de recurso de forma mais próxima ao mundo físico.

Além de aplicações emergentes que envolvem a aplicação de sistemas colaborativos, podemos citar os eventos de hackathons de softwares, que buscam em um curto período de tempo a resolução de problemas recorrentes da população, através da união de diversas pessoas de áreas distintas com o mesmo objetivo durante aquele período. Esse tipo de evento atrai cada vez mais pessoas e apesar se não ser comprovado cientificamente, possui uma grande contribuição na sociedade como um todo. Muitos dos problemas que são tratados são recorrentes na sociedade e nesse ambiente são desenvolvidos muito sistemas que são continuados posteriormente e aplicados no mundo real. Durantes algumas pesquisas realizadas foi observado que esses eventos atraem pessoas por diversos motivos entre eles estão: motivações técnicas, onde as pessoas buscam aprimorar seus conhecimentos. Motivação de Negócios, onde o foco é descobrir novas áreas para iniciar empresas, e a possibilidade de estabelecer parcerias. Motivações sociais, motivação relacionada a ao interesse de conhecer novas pessoas e ampliar o círculo de amigos e colegas. Motivações pessoais, que está associada diretamente ao indivíduo, como curiosidade e diversão por exemplo.

Sistemas colaborativos utilizam da cooperação de pessoas ou sistemas para realizar uma atividade com um objetivo específico. Dentre as principais aplicações atuais podemos citar áreas como aspectos da vida cotidiana, como interação entre pessoas através de redes sociais, ensino, através de ambientes virtuais de aprendizagem, trabalho e governos. Para finalizar podemos citar que muito já foi evoluindo ao longo dos anos em relação a sistemas colaborativos, principalmente com a consolidação de casos de sucessos de empresas privadas que utilizam destes conceitos em seus sistemas. Para os próximos anos podemos esperar ainda mais evolução nessa área principalmente através da união de pessoas das mais diversas áreas de pesquisa e conhecimento.

REFERÊNCIAS

SISTEMAS COLABORATIVOS. Revista da Sociedade Brasileira de Computação, n.36, 2018. Acesso: 16 de março de 2019. Disponível em:

http://www.sbc.org.br/images/flippingbook/computacaobrasil/computa_38/pdf/CompBrasil_38_180.pdf