Ela ensina ensina programação para meninas! 👩‍💻👩💻

“Quero que elas mudem o mundo…”

A autora finlandesa Linda Liukas, no livro “Olá, Ruby – Uma aventura pela programação”, retrata a história de uma menina de cabelos ruivos, que precisa encontrar cinco cristais, ao lado de pinguins, raposas e robôs. O livro é uma mistura de referências e desafios do mundo infantil, com exercícios de lógica e identificação de padrões, com conceitos iniciais de programação.

Linda é uma referência em tecnologia e na igualdade de gênero dentro do mundo dos códigos e computacional. Em 2010, criou a organização Rails Girls, que tem alcance global e promove palestras e workshops sobre programação para mulheres de todas as idades no mundo, e, em 2018, entrou na lista das 50 mulheres mais importantes da Tecnologia da revista Forbes.

Por trás da narrativa, a programadora traz uma mensagem: códigos e ciência da computação são conhecimentos possíveis para todos, têm potencial de expandir formas  de se expressar desde a infância e, definitivamente, não são “coisas só de meninos”….

“Meninas bem novas ainda não sabem que não deveriam gostar de computadores. Elas são precisas, podem se concentrar, são realmente incríveis com histórias e se expressando. ” Pesquisas mostram que, a partir dos 5 anos, muitas meninas começam a desenvolver limites para a autoconfiança”

“Elas vão ocupar esses lugares seguindo sua própria curiosidade e  confiando em sua própria voz, não tentando se encaixar. E devem lembrar que sua perspectiva feminina, que é única para o mundo, é o que as torna tão valiosas”.

O número de mulheres atuando na tecnologia é muito pequena. Conforme uma Pesquisa  do IBGE, só 20% dos profissionais que atuam no mercado de TI são mulheres. Uma escassez que não é exclusividade nacional: censo feito pelo governo norte-americano mostra que por lá apenas 25% das vagas do segmento são ocupadas por mulheres, que ganham em média 10 mil dólares a menos que homens em cargos semelhantes.

E você, é mulher? Trabalha ou estuda alguma área da tecnologia?

Compartilhe sua história e incentive mais mulheres a entrar na área da tecnologia ! 🙂


Fonte Original: https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2019/08/22/em-livro-infantil-ruby-ensina-meninas-que-podem-programar-tambem.htm